Pesquisar

  • Endereço:

    Praça Frei Orlando, 90 - Fundos
    Centro
    São João del Rei - MG
    CEP: 36307-352

  • Telefone: 32 3373 4779
  • Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Facebook: facebook.com/bibliotecasjdr
Sexta 28 Julho 2017

Ainda tenho vontade de fazer uma exibição de filmes na parede do conservatório.

Esta foram as palavras, quase textuais de Ana Lúcia Nogueira, uma das fundadoras da Sociedade de Amigos da Biblioteca Municipal Baptista Caetano d'Almeida (SAB), certo dia, nos jardins da biblioteca. Esta vontade e a bela ideia tomou corpo e teve seu acontecimento físico em 2012, quando o novo coordenador da Biblioteca, Artur Cláudio, ao conversar com o secretário municipal da cultura, turismo, esporte e lazer, de são João del-Rei, expôs o projeto e logo foi abraçado por ele. Existe na cidade um coletivo chamado "Sem Eira Nem Beira" (coletivos são grupos de pessoas ou entidades que se unem em prol de um objetivo em comum; seja ele artístico, social, político ou qualquer outra coisa.) que possui um projeto de cineclube e topou participar junto à SAB, na efetivação do projeto. A princípio, o nome dado ao projeto foi cineclube Bárbara Eliodora e funcionou de maneira dissociada: o coletivo utilizava o espaço três sábados por mês e a SAB um sábado, já que as propostas se diferenciavam. A SAB tomou o rumo de exibir livros ligados a livros (adaptações, escritores e outros similares) e o Coletivo, filmes Cult. Embora permanecesse a ideia dos cineclubes, sem, todavia, ser organizado civilmente para tal fim, já que a SAB o é.

Um cineclube se organiza antes de tudo pela vontade do convívio comunitário, pelo desejo de reunir os amigos, de participar de alguma atividade diferente da existente, de exercer a cidadania. Cineclube é antes de tudo uma atitude cidadã! A organização burocrática vem depois. No cinema o filme é uma mercadoria, é um objeto de troca, de consumo ligeiro, onde o mais importante é o dinheiro arrecadado na bilheteria. Essa prática contribui para reforçar os laços comunitários e a cidadania, o aprendizado e a convivência pacífica entre todos. O cineclube é também o lugar onde o ato coletivo de ver um filme pode ser experimentado: o namoro, a amizade, o companheirismo; onde o sujeito atuante reconquista o direito de participar e transformar seu cotidiano. Enfim, cineclube é também o lugar onde reúne pessoas para ver, ouvir e discutir os filmes e seus personagens. Pois eles vivem eternamente em sua memória. (http://www.culturadigital.br/cineclubes/cineclube/rtigos/o-que-e-um-cineclube). Cumpre-nos a tarefa de afirmar: não somos um cineclube.

Inicialmente, o Cine-SAB utilizou o projetor multimídia emprestado do Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei, colecionando várias exibições. Entretanto, tomar um equipamento destes emprestado significa correr riscos e optou-se por, momentaneamente, pausar as exibições, até que a SB adquirisse seu próprio projetor. A aquisição do projetor foi possível graças ao Fundo Municipal de cultura, através do Conselho Municipal de Cultura e seus membros que permitiram a compra de um scanner e o citado projetor. 
O primeiro filme projeto foi “O clube de leitura de Jane Austen”, em 19 de maio de 2013, seguido pelo filme indiano "Como Estrelas na Terra" (Taare Zamenn Par), exibido em 15 de junho de 2013. Em 6 de julho do mesmo ano, exibimos “Orgulho e Preconceito”. “Escritores da Liberdade” foi o filme exibido em 15 de setembro do mesmo ano. Ao prestarmos homenagem ao poeta Vinícius de Moraes, comemorando o 100 anos de seu nascimento, além de um sarau lítero-musical, exibimos o documentário “Vinícius de Moraes”.
Encerramos, temporariamente as atividades do Cine SAB devido ao inconveniente de tomarmos emprestado um projetor multimídia e termos que arca com a responsabilidade de conserto, caso houvesse uma quebra do mesmo e não possuirmos recursos financeiros que pudessem fazer face ao gasto inesperado. 
Mas o projeto não morreu. Apenas adormeceu à espera da compra do projetor pela SAB, o que ocorreu em abril de 2015. Desde então a Biblioteca Municipal progama, mensalmente,  a exibição de películas em suas dependências. Os títulos dos filmes, bem como a divulgação das datas e horários são feitos através do site e da página da Biblioteca Municipal no Facebook. A entrada é livre, venha você também, participar do Cine SAB na Biblioteca!

Download Free Designs http://bigtheme.net/ Free Websites Templates

Seção: "Você Escritor!"

Amor

"Amor". Arte escolhida pelo autor.

"Amor uma mulher
cuja distância transforma em sonho,
dando sentido às madrugadas...

Amo uma mulher
do tamanho de meus olhos,
tão infinita quanto o universo...

Amo uma mulher
cujo coração e afluentes
sangram todos os dias...

Leia mais...

O meu "eu" me pertence?

O meu "eu" me pertence? Arte que retirada de "www.wallcoo.net".

"O meu 'eu' faz-se das minhas significações,
esta não sendo um instrumento cômodo que uso,
transforma a minha estabilidade em mera ficção.

A linguagem é objeto do meu 'examinar' da mente e da alma;
minha significação está sujeita à deformidade.
A imperfeição da linguagem gera a 'refratação' do meu falar.

 

Leia mais...

Avança-se no retrocesso

Avança-se no retrocesso.

"Eis uma nação emergente ou insurgente?
Eis uma cultura acolhedora ou exterminadora?
A economia está em crise ou a mídia está em lapso?
Avança-se no retrocesso.


Leia mais...