Pesquisar

  • Endereço:

    Praça Frei Orlando, 90 - Fundos
    Centro
    São João del Rei - MG
    CEP: 36307-352

  • Telefone: 32 3373 4779
  • Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Facebook: facebook.com/bibliotecasjdr
Terça 26 Setembro 2017

Antes de falar sobre os saraus realizados pela SAB e Biblioteca, vejamos um pouquinho do significado e de sua história:

Sarau (do latim sera nus, através do galego serão) é um evento cultural ou musical realizado geralmente em casas particulares onde as pessoas se encontram para se expressarem ou se manifestarem artisticamente.
Um sarau pode envolver dança, poesia, leitura de livros, música acústica e também outras formas de arte como pintura, teatro e comidas típicas. Evento bastante comum no século XIX que vem sendo redescoberto por seu caráter de inovação, descontração e satisfação.
O sarau consiste em uma reunião festiva que ocorre à tarde ou no início da noite, apresentando concertos musicais, serestas, cantos e apresentações solo, demonstrações, interpretações ou performances artísticas e literárias. Danças como formas de interação entre os convidados também eram muito comuns na época, exemplos disso era a valsa.
Atualmente, algumas escolas e faculdades promovem saraus para estimular o desenvolvimento cultural de seus alunos. Bem como grupos e associações artísticas e culturais.
Hoje em dia, o termo virou uma denominação geral de encontros lítero-artísticos, que podem acontecer também durante a noite, ou em qualquer horário, em lugares fechados ou abertos, com diversas manifestações culturais, inclusive com instrumentos eletroeletrônicos e equipamentos digitais, mantendo sempre a característica de confraternização. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Sarau)

A história dos saraus realizados pela Sociedade de Amigos da Biblioteca Municipal Baptista Caetano d’Almeida (SAB) em conjunto com a Biblioteca Pública Municipal, se confunde com a história da própria SAB. Idealizado por Ana Lúcia Nogueira, na época (2003), diretora da Biblioteca teve logo a plena aceitação dos membros da diretoria e sócios da entidade, Em princípio, os saraus são realizados no último domingo de cada mês, às 18 horas, havendo troca de datas, quando o que foi previamente definido coincidir com datas comemorativas que redundam em feriados prolongados, datas religiosas de grande vulto na cidade, datas comemorativas diversas.
Desde sua primeira edição, o sarau lítero-artístico tem sido comandado pelo presidente da SAB, Artur Cláudio da Costa Moreira, com auxílio de zelosos funcionários da Biblioteca. Após as apresentações, a Biblioteca costuma oferecer um pequeno café aos participantes, proporcionando uma boa conversa e integração dos amigos que declamaram, executaram músicas ou, simplesmente, vieram prestigiar o evento.
Perde-se a conta do número de saraus já realizados. O certo é que foram realizados eventos variados: declamações de poesias, danças circulares, entrevistas com escritores são-joanenses, lançamentos de livros. Desde o ano de 2014, o sarau, em datas esparsadas, homenageia pessoas que participam dos saraus, desde seu início bem como benfeitores da biblioteca, dentro do princípio de fazer-se a homenagem enquanto a pessoa está entre nós.
A longevidade do evento demonstra que a poesia não desapareceu do coração das pessoas e que, ainda, é aprazível a convivência dos grupos apaixonados pela literatura.

Download Free Designs http://bigtheme.net/ Free Websites Templates

Seção: "Você Escritor!"

Amor

"Amor". Arte escolhida pelo autor.

"Amor uma mulher
cuja distância transforma em sonho,
dando sentido às madrugadas...

Amo uma mulher
do tamanho de meus olhos,
tão infinita quanto o universo...

Amo uma mulher
cujo coração e afluentes
sangram todos os dias...

Leia mais...

O meu "eu" me pertence?

O meu "eu" me pertence? Arte que retirada de "www.wallcoo.net".

"O meu 'eu' faz-se das minhas significações,
esta não sendo um instrumento cômodo que uso,
transforma a minha estabilidade em mera ficção.

A linguagem é objeto do meu 'examinar' da mente e da alma;
minha significação está sujeita à deformidade.
A imperfeição da linguagem gera a 'refratação' do meu falar.

 

Leia mais...

Avança-se no retrocesso

Avança-se no retrocesso.

"Eis uma nação emergente ou insurgente?
Eis uma cultura acolhedora ou exterminadora?
A economia está em crise ou a mídia está em lapso?
Avança-se no retrocesso.


Leia mais...